Economia

Bolsas asiáticas fecham em alta, à espera do “payroll” e com EUA-China no radar

As bolsas asiáticas fecharam em alta nesta sexta-feira, com investidores à espera dos últimos dados do mercado de trabalho americano e acompanhando de perto os desdobramentos das negociações comerciais entre EUA e China.

Como de costume, os mercados financeiros globais vão ficar atentos ao relatório de emprego mensal dos EUA (o chamado “payroll”), que será divulgado às 10h30 (de Brasília). O documento costuma ter forte influência nas decisões de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), que voltará a se reunir na semana que vem. Recentemente, porém, o Fed tem sinalizado uma pausa no relaxamento de sua política, após cortar juros em três ocasiões entre julho e outubro.

Em relação à disputa comercial sino-americana, Trump afirmou ontem que as negociações entre Washington e Pequim estão “prosseguindo bem”, embora persistam dúvidas sobre a capacidade de os dois países fecharem a chamada “fase 1” de um acordo comercial antes do fim do ano.

No próximo dia 15, está previsto para entrar em vigor um novo aumento de tarifas dos EUA sobre alguns produtos populares feitos na China, incluindo smartphones.

Segundo fontes do The Wall Street Journal, as discussões continuam em andamento, mas os dois lados permanecem em desacordo sobre o valor dos produtos agrícolas que a China compraria dos EUA sob o eventual acordo. Além disso, ainda não há consenso sobre o volume de tarifas a ser removidas em um pacto.

+ Consulado chinês nos EUA é fechado e provoca nova crise
+ As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

Nos negócios da China continental, o índice acionário Xangai Composto subiu 0,43% hoje, a 2.912,01 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,82%, a 1.640,33 pontos. Em Hong Kong, o Hang Seng teve valorização de 1,07%, a 26.498,37 pontos.

Em outras partes da Ásia, o japonês Nikkei registrou alta de 0,23% em Tóquio, a 23.354,40 pontos, sustentado por ações dos setores de construção e imobiliário, enquanto o sul-coreano Kospi subiu 1,02% em Seul, a 2.081,85 pontos, graças a papéis de tecnologia e da indústria química, e o Taiex apresentou leve ganho de 0,13% em Taiwan, a 11.609,64 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana ficou no azul pelo segundo pregão seguido, após acumular fortes perdas nos dois anteriores, e o S&P/ASX 200 avançou 0,36% em Sydney, a 6.707,00 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.

Veja também

+ Lívia Andrade posa de fio dental

+ Google permite ver animais em 3D com realidade aumentada

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?