Finanças

Bolsas asiáticas caem após fracasso de reunião sobre petróleo em Doha


As bolsas asiáticas fecharam em baixa nesta segunda-feira, após grandes produtores de petróleo fracassarem ontem em chegar a um acordo para congelar a produção da commodity, durante reunião em Doha. A falta de um pacto impulsionou o iene ante o dólar, levando o mercado japonês a registrar a maior queda na região, também em meio a preocupações com os efeitos dos recentes terremotos ocorridos no sul do Japão.

Em Tóquio, o Nikkei caiu 3,40%, a 16.275,95 pontos. No ano, o Nikkei acumula perdas de 14,5%, o pior desempenho de um grande índice acionário na Ásia desde o começo de 2016.

Na China, o Xangai Composto recuou 1,4%, a 3.033,66 pontos, enquanto o Shenzhen Composto, de menor abrangência, teve baixa de 1,3%, a 1.952,41 pontos.

Segundo analistas, também pesaram nos mercados chineses temores de que a recuperação recente de indicadores da segunda maior economia do mundo, alimentada pela política de estímulos de Pequim, não seja sustentável.

Em outras partes da região asiática, o Hang Seng caiu 0,73% em Hong Kong, a 21.161,50 pontos, enquanto o sul-coreano Kospi teve perda moderada de 0,28%, a 2.009,10 pontos, o Taiex cedeu 0,4% em Taiwan, a 8.666,01 pontos, e o filipino PSEi registrou queda de 1,06%, a 7.243,40 pontos.

“Muito disso está ligado aos movimentos do petróleo”, comentou o chefe de negócios de vendas do HSBC para a Ásia e o Pacífico, Andy Maynard.

O fracasso ontem da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e de países de fora do grupo em fechar um acordo para limitar a produção da commodity, em Doha, capital do Catar, levou os futuros da commodity a recuarem mais de 6% durante a madrugada.

No mercado em Hong Kong, o setor de energia caiu 1,3%, com baixa de 1,9% nas ações da PetroChina.

Na Austrália, onde fica a principal bolsa da Oceania, o S&P/ASX 200 recuou 0,4%, a 5.137,10 pontos. O índice, que reúne as empresas mais negociadas em Sydney e interrompeu uma trajetória de quatro pregões positivos, também foi influenciado por papéis de energia, que tiveram queda de 2,9%. Com informações da Dow Jones Newswires.

Veja também
+ Corpo de jovem desaparecido é encontrado em caçamba de lixo
+ Corpo de Gabby Petito é encontrado, diz site; legista afirma que foi homicídio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Vídeo: família é flagrada colocando cabelo na comida para não pagar a conta
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Instituto Gabriel Medina fecha portas em Maresias
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio