Economia

Bolsa fecha em alta, mas não sustenta retorno a 109 mil pontos

Bolsa fecha em alta, mas não sustenta retorno a 109 mil pontos

O Ibovespa não conseguiu sustentar o nível de 109 mil pontos nos minutos finais da sessão, mas, ainda assim, o primeiro dia de negócios em dezembro foi positivo para os que acreditam no rali de fim de ano, que venha a concretizar projeções de que o Ibovespa pode encerrar 2019 dentro de nova faixa de máximas históricas, entre 115 mil e 120 mil pontos.

Contribuíram para a alta do índice a expectativa para o PIB, amanhã, e revisões positivas sobre as exportações brasileiras entre setembro e novembro, que mitigam temores quanto ao comportamento das contas externas. O giro financeiro foi de R$ 16,9 bilhões.

Assim, totalmente descolado do dia ruim no exterior, com perdas na casa de 2% em Frankfurt e Paris, e recuo em torno de 1% em Wall Street, o principal índice da B3 encerrou a sessão desta segunda-feira em alta de 0,64%, a 108.927,83 pontos, reaproximando-se da máxima histórica de fechamento, de 109.580,57 pontos, atingida em 7 de novembro. No ano, o Ibovespa acumula agora ganho de 23,94%. Na mínima de hoje, o índice à vista foi a 108.233,28 pontos e, na máxima, a 109.278,67 pontos.

Mesmo com as novas ameaças protecionistas do presidente dos EUA, Donald Trump, ao aço e alumínio produzidos por Brasil e Argentina, o setor de siderurgia esteve entre os vitoriosos da sessão, assim como a Vale (+2,72%).

“O mercado está antecipando uma leitura positiva sobre o PIB amanhã, considerando os indicadores antecedentes do BC. Ficamos descolados do dia ruim lá fora, e o Ibovespa pode testar novas máximas ainda esta semana, em direção aos 110 mil pontos”, diz Marco Antonio Tulli Siqueira, chefe da mesa de operações da Coinvalores. Ele chama atenção em particular para o bom desempenho das ações do setor de varejo, antes e depois da Black Friday. As ações de bancos também seguem em recuperação.


+ Advogada é morta e tem corpo carbonizado no Rio de Janeiro
+ Morre Liliane Amorim, influencer de Juazeiro do Norte, após complicações da realização de lipoaspiração

Embora o PIB fale mais do passado do que do futuro, uma forte leitura sobre o terceiro trimestre, conforme parte do mercado espera, pode reforçar a perspectiva de um ritmo de recuperação econômica mais sólido, com efeitos positivos para 2020.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ 7 tendências de design de interiores que vão bombar em 2021
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

Tópicos

bovespa