Economia

Bolsa de Mumbai fecha em queda de 1,74% após pandemia bater recorde na Índia


Nesta segunda-feira, 5, dia em que a pandemia bateu novo recorde na Índia, com o maior número de casos desde o início da crise sanitária, o índice Sensex, da Bolsa de Mumbai, fechou o pregão em queda de 1,74%, a 49.159,32 pontos. A maior perda foi da Bajaj Finance, com perda de 5,81%. A Índia informou 103.558 novos casos de covid-19 nesta segunda-feira, o maior número em 24 horas da história, elevando o total de infectados para 12.589.067, de acordo com dados da Universidade Johns Hopkins. O país asiático é o terceiro em casos de coronavírus todo o mundo, atrás de Estados Unidos (30.706.129) e Brasil (12.984.956). Foram registradas, ainda, mais 478 mortes por covid-19 na Índia, também só entre ontem e hoje. No total, 165.101 indianos já foram a óbito pela doença no país. (Com informações da Dow Jones Newswires).

Veja também

+ Tenha também a Istoé no Google Notícias
+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS