Economia

Boeing entrega 29 aeronaves em março e tem saldo positivo pelo segundo mês

Boeing entrega 29 aeronaves em março e tem saldo positivo pelo segundo mês

.


Por Ankit Ajmera

(Reuters) – A Boeing disse nesta terça-feira que entregou 29 aeronaves em março, saldo positivo ante 20 entregas no mesmo período de 2020, com os pedidos líquidos da fabricante norte-americana positivos pelo segundo mês, à medida que companhias aéreas se preparam para o período pós-pandemia.

As encomendas de aviões parecem estar dando a volta por cima após a crise do coronavírus fazer companhias aéreas cancelarem centenas de pedidos de aviões no ano passado, resultando num dos piores desempenhos da Boeing de todos os tempos.

Os pedidos líquidos da empresa tornaram-se positivos pela primeira vez em 14 meses em fevereiro, com o lançamento da vacina contra a Covid-19 aumentando a confiança dos clientes.

A fabricante de aviões disse que reservou pedidos brutos de 196 aeronaves para março, todas dentro de sua família de aviões 737. Sem cancelamentos e conversões, a Boeing teve 40 encomendas de aviões 737 no mês passado.


+ Casal posta fotos nus em pontos turísticos e ganha fama na web
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ ‘Raça de víboras’: Andressa Urach critica seguidores que não acreditam em sua fé
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



A empresa ainda relatou que seus pedidos brutos de março incluem 100 aviões 737 MAX para a aérea americana Southwest, 24 do mesmo modelo para a empresa de investimentos privados 777 Partners, além de 11 aeronaves militares P-8 Poseidon.

Os pedidos brutos da Boeing no primeiro trimestre foram de 282 aviões. Excluindo cancelamentos e conversões, eles somaram 69 aeronaves no trimestre. Ajustado para padrões contábeis mais rígidos, as encomendas líquidas da Boeing foram de 76 aviões no primeiro trimestre.

A carteira de pedidos oficial da Boeing aumentou para 4.054 aeronaves em março, contra 4.041 em fevereiro.

A empresa entregou um total de 77 aviões no primeiro trimestre, contra 50 no mesmo período do ano anterior. A Boeing retomou as entregas de 787 aviões no fim de março, depois de interrompê-las por quatro meses devido a defeitos de produção.

((Tradução Redação São Paulo))

REUTERS IL AAP

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH3C19Q-BASEIMAGE

Veja também

+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS