Economia

Boeing 737 MAX fica em solo no Canadá após acender luz de alerta

Boeing 737 MAX fica em solo no Canadá após acender luz de alerta

Pilotos a bordo de um Boeing 737 MAX da companhia aérea brasileira Gol no aeroporto internacional de Guarulhos, em São Paulo, 9 de dezembro de 2020 - AFP/Arquivos

Um Boeing 737 MAX da WestJet, que devia fazer o trajeto entre Calgary e Toronto, foi mantido em solo momentos antes da decolagem, depois que uma luz de advertência acendeu na cabine do piloto, informou nesta sexta-feira (22) a companhia aérea canadense.

O Boeing 737 Max, que voltou a operar no Canadá na quarta-feira, devia levar passageiros no voo WS 658.

“Depois de um arranque normal do motor, um sistema de vigilância indicou uma falha em potencial que requeria uma verificação”, explicou Lauren Stewart, porta-voz da segunda empresa aérea mais importante do Canadá em carta à AFP.

“É uma operação que exige tempo e um reinício dos motores, que não realizamos com passageiros a bordo”, acrescentou, informando que por isso a aeronave foi “retornada à porta de embarque”.

Também foi cancelado o voo de retorno WS 665 (de Toronto a Calgary) e os passageiros foram encaminhados a outras conexões.


+ Rapper implanta diamante de R$ 128 milhões no rosto
+ PR: Jovem desaparecida é encontrada morta; namorado confessa crime
+ Galo bota ovos e surpreende moradores de Santa Catarina

“Este seria nosso terceiro voo comercial (com um Boeing 737 MAX)”, após a retomada das operações com este modelo pela WestJet na quarta-feira, disse Stewart.

O avião foi revisado pelas equipes de manutenção e deve voltar a operar a partir de domingo.

O Boeing 737 MAX retomou o serviço de quarta-feira no Canadá, depois que o governo validou em dezembro as modificações realizadas em seu design e requisitos adicionais para o treinamento da tripulação.

Aviões deste tipo não puderam operar no Canadá, assim como em muitos outros países durante 22 meses, depois de dois acidentes que mataram 346 pessoas.

No fim de dezembro, um Boeing 737-8 MAX da Air Canada que voava entre Arizona e Montreal teve um problema no motor que o obrigou a retornar logo após a decolagem.

v

No começo deste mês a empresa brasileira Gol foi a primeira do mundo a pôr em serviço novamente o Boeing 737 MAX, com um voo comercial entre São Paulo e Porto Alegre, que transcorreu sem incidentes.

Veja também

+ Aprenda 5 molhos fáceis para aproveitar o macarrão estocado
+ Aprenda a preparar o delicioso espaguete a carbonara
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ Cozinhas coloridas: veja dicas essenciais para apostar em projetos alegres, modernos e joviais
+ Cientistas desvendam mistério das crateras gigantes da Sibéria
+ Sexo: saiba qual é a melhor posição de acordo com o seu signo
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Cataratas do Niágara congelam e as imagens são incríveis
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Editora estreia com o romance La Cucina, uma aventura gastronômia e erótica