Economia

BNDES tem quatro formas de vender participações do banco em empresas

BNDES tem quatro formas de vender participações do banco em empresas

O presidente do BNDES, Gustavo Montezano, apontou que “se houver oportunidade, pode acontecer neste ano ou não” a venda de participações do banco oficial em empresas. A instituição oficial anunciou na terça-feira alienação de ações da JBS através do BNDESPar, negócio que pode chegar a R$ 8 bilhões, segundo fontes de mercado.

“Temos quatro formas de vender participações: na mesa, vender um pouco ao mercado; pode vender em bloco; pode fazer uma oferta e uma operação privada, que é mais demorada”, destacou Montezano. “Operação privada demora muito tempo, as outras três podem ser feitas de forma mais rápida. Se houver janela, pode acontecer neste ano ou não.”

Questionado pelo Broadcast se a eleição de Marcelo Serfaty para o Conselho de Administração do BNDES tinha como foco acelerar as vendas de participações da instituição oficial em companhias, Montezano respondeu que ele é um executivo de alto renome, com muita experiência no mercado de capitais e banco de investimento e vai ajudar no projeto do banco oficial como um todo.

“Naturalmente, a venda de participação é ponto relevante. Ele tem uma vasta experiência nisso e fez também no Banco do Brasil. Ele já está se familiarizando ao BNDES e temos certeza que vai agregar muito à estratégia.” Ele fez os comentários depois de proferir palestra no Bradesco CEO Forum em Nova York.