Economia

BNDES concordou em estruturar desestatização da Codeba, diz ministro


O processo de desestatização da Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba) vai contar com o auxílio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), disse nesta quinta-feira, 19, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas. Como revelou o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) em agosto, a Codeba deve formar o quinto ativo portuário na lista de desestatização, junto dos portos de Santos (SP), de São Sebastião (SP), do Espírito Santo e de Itajaí (SC).

“BNDES topou estruturar a Companhia Docas da Bahia, então vamos iniciar outro processo de desestatização portuário”, disse Freitas. O ministro comentou que, para o próximo ano, a previsão é de que sejam realizados leilões para a transferência de 55 ativos para a iniciativa privada.

Freitas destacou a 6ª rodada de concessões aeroportuárias, com 22 terminais, 17 arrendamentos portuários e o leilão de 11 rodovias, como a da Dutra.

“Nós vamos assistir esses próximos dias, particularmente nas três sessões que restam do Tribunal de Contas da União (TCU), uma série de leilões de concessão sendo autorizados”, disse Freitas.

Segundo o ministro, a meta de contratar R$ 250 bilhões por meio de projetos com a iniciativa privada até 2022 caminha a passos largos.


+ MS: Homem que revelou amante pouco antes de ser intubado deixa UTI-covid
+ Ratinho critica Dudu Camargo: ‘Só o Silvio gosta dele’



Freitas afirmou que cerca de R$ 100 bilhões já deverão estar contratados no ano que vem, que se somam aos R$ 30 bilhões já encaminhados.

Veja também

+ Receita de bolinho de costela com cachaça
+ Descoberta no deserto do Kalahari leva a revisão da origem humana
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS