Mundo

Biden aceita indicação democrata e promete superar “temporada de escuridão” nos EUA

Biden aceita indicação democrata e promete superar “temporada de escuridão” nos EUA

O candidato democrata Joe Biden em Wilmington, Delaware, 20 de agosto de 2020 - AFP

Joe Biden aceitou a indicação do Partido Democrata como candidato à presidência para enfrentar Donald Trump nas eleições de novembro, prometendo superar “a temporada de escuridão” nos Estados Unidos, no encerramento da convenção virtual marcada pela pandemia da COVID-19.


“Aceito esta indicação para ser o presidente dos Estados Unidos”, declarou o ex-vice-presidente do governo de Barack Obama.

Biden discursou de Wilmington, em Delaware, após os democratas se verem obrigados a modificar a convenção para um formato virtual.

“Podemos superar esta temporada de escuridão nos Estados Unidos”, declarou Biden durante um discurso em que prometeu também que seu governo irá virar a página do “medo” e da “divisão”.

A mensagem marcou o final de uma convenção incomum, que seria originalmente realizada em Wisconsin, mas que acabou sendo virtual devido à pandemia do coronavírus, responsável pela morte de mais de 170.000 pessoas nos Estados Unidos e por elevar a taxa de desemprego no país para 10%.

Biden também garantiu que, se eleito, irá implementar uma estratégia nacional para combater a COVID-19 desde o primeiro dia de seu mandato.