Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) – A entrevista coletiva do relator da chamada PEC dos Combustíveis, senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), prevista para ocorrer às 18h desta terça-feira foi adiada mais uma vez, segundo a sua assessoria de imprensa, ficando para as 9h30 de quarta-feira.

Não foi informada a razão do terceiro adiamento da apresentação do relatório da PEC.

Na sexta-feira, Bezerra adiantou que pretendia retirar do texto original da PEC uma previsão de compensação financeira a Estados que reduzissem ou zerassem tributos sobre combustíveis.

O tema suscita divergências com governadores. E, diante da pressão para resolver ou ao menos aplacar os efeitos da alta dos combustíveis justamente em um ano eleitoral, optou-se por destinar os recursos reservados na PEC para a ampliação de benefícios –caso do Auxílio Brasil e do Auxílio Gás– e a criação do chamado “voucher caminhoneiro”.

Inicialmente, Bezerra apresentaria seu parecer para a Proposta de Emenda à Constituição na tarde de segunda-feira, mas houve um primeiro adiamento para a manhã desta terça. O senador disse que era preciso mais tempo “tendo em vista a necessidade de conclusão das avaliações técnicas e jurídicas sobre os temas relacionados à PEC”.

Mas na manhã desta terça houve o segundo adiamento, jogando a apresentação para as 18h. Agora, no entanto, Bezerra transferiu a divulgação de seu parecer para a manhã de quarta.

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI5R10K-BASEIMAGE