Esportes

Berizzo mantém esperança na classificação paraguaia e nega fracasso

Eduardo Berizzo, técnico da seleção paraguaia, confia em um empate entre Japão e Equador nesta segunda-feira, resultado que garantirá sua seleção nas quartas de final da Copa América, como um dos dois melhores terceiros colocados. O Paraguai ficou dependente do resultado do duelo pela rodada final do Grupo C após a derrota, por 1 a 0, diante da Colômbia, na Fonte Nova, em Salvador.

“Será um prêmio para a equipe que realizou duas boas partidas e meia na primeira fase”, disse o treinador, neste domingo, em entrevista coletiva, garantindo estar satisfeito com o desempenho da sua seleção na Copa América, que será a rival do Brasil nas quartas de final caso avance de fase, quinta-feira, em Porto Alegre.

Depois de empates com Catar (2 a 2) e Argentina (1 a 1), Berizzo admitiu que sua equipe não fez um bom primeiro tempo frente aos colombianos, que atuaram com um time misto. “Erramos muitos passes do meio de campo para a frente e isso nos tirou a fluidez de jogo no ataque.”

Ao mesmo tempo, o treinador argentino elogiou a Colômbia. “Trata-se de um rival muito bom, que trabalha muito bem a bola. Foi um adversário superior e mereceu o resultado”, disse o técnico, que admitiu tristeza no vestiário neste domingo, mas não vai considerar um fracasso, se a equipe não passar de fase. “Fracasso é não tentar. Estamos expostos a derrotas. Seria um fracasso se a equipe não tivesse dado todo possível em campo e o Paraguai deu tudo que podia.”