Economia

BCE mantém juros e diz que taxas não mudarão até pelo menos fim do verão europeu

O Banco Central Europeu (BCE) manteve suas principais taxas de juros inalteradas após concluir reunião de política monetária nesta quinta-feira, como era amplamente esperado por analistas. O BCE deixou sua taxa básica de juros – a de refinanciamento – em 0% e a de depósitos, em -0,40%.

A autoridade monetária da zona do euro reafirmou o plano de manter os juros nos baixos níveis atuais “até pelo menos o fim do verão de 2019” para garantir que a inflação convirja para sua meta, que é de uma taxa ligeiramente inferior a 2%, no médio prazo.

No comunicado da reunião, o BCE reiterou ainda que irá reinvestir integralmente os recursos obtidos com o plano de relaxamento quantitativo (QE, pela sigla em inglês) por um “período prolongado” após sua primeira elevação de juros.

O QE, pelo qual o BCE comprava mensalmente bilhões de euros em bônus de governos e outros ativos, foi encerrado em dezembro.

O presidente do BCE, Mario Draghi, fala sobre a decisão de hoje em coletiva de imprensa a partir das 11h30 (de Brasília).

Tópicos

BCE juros