Economia

BC da Rússia estende até 18 de março fechamento do mercado acionário da Bolsa de Moscou

BC da Rússia estende até 18 de março fechamento do mercado acionário da Bolsa de Moscou

Uma mulher caminha em frente ao complexo do Centro Internacional de Negócios de Moscou (Moskva City) em Moscou em 11 de março de 2022. A Rússia tomou medidas para conter ao máximo a fuga de moeda estrangeira e capital. - AFP


O Banco da Rússia (BoR) informou neste sábado, 12, que decidiu prorrogar a suspensão nas operações do mercado acionário da Bolsa de Moscou até a próxima sexta-feira, dia18, em meio às incertezas decorrentes da ofensiva militar russa na Ucrânia.

Em comunicado, a autoridade monetária explicou que os mercados de câmbio, monetário e de recompra (repo) abrirão durante a semana a partir das 10h no horário local (4h em Brasília). A instituição acrescentou que pretende anunciar os horários de negociações para o período entre 21 e 25 de março em uma data não especificada em breve.

Os negócios de ações na capital russa estão paralisados desde 28 de fevereiro, quatro dias após o início do conflito. Durante o período anterior, o índice referência no mercado local, o MOEX, havia despencado, com volatilidade intensificada pelas sanções econômicas impostas por potências ocidentais contra o Kremlin. Apenas alguns setores de derivativos e commodities ficaram isentos ao veto.

Na última quarta-feira, 9, o BoR anunciou medidas que limitam as transações com moedas estrangeiras no país. Até o dia 9 de setembro, os clientes podem retirar no máximo US$ 10 mil de suas contas – o valor excedente a esse limite será convertido em rublos russos com a taxa de mercado do dia.