Esportes

Bastidores da vitória: vestiário é “incendiado” por Diniz e Alison

Com triunfo sobre o Boca, Peixe pulou para a 2ª colocação de seu grupo na Libertadores

Bastidores da vitória: vestiário é “incendiado” por Diniz e Alison

Os bastidores do triunfo do Santos contra o Boca Juniors mostraram jogadores animados e otimistas, antes e depois do confronto (é claro!).

Com discurso do capitão Alison, que não participou da partida, do goleiro João Paulo e do estreante Fernando Diniz, antes do duelo contra o time argentino o elenco parecia mais leve em relação ao que aconteceu no domingo, quando o time lutava para não ser rebaixado no Campeonato Paulista – partida que o Peixe acabou vencendo o São Bento por 2 a 0.

“Nosso grupo é muito bom, é hora de colher coisas boas. Já ficou para trás o que passou, é hora de alegria”, afirmou João Paulo.

“Domingo foi um dos jogos mais difíceis da nossa carreira. Hoje o cenário é completamente diferente. O futebol é tão bom que hoje ele está nos dando a oportunidade de mudar o cenário todo. O cenário era muito ruim, e hoje uma vitória aqui, muda tudo. E sabemos o que precisamos fazer pra ganhar o jogo, já vencemos eles aqui dentro, sabemos o que precisamos fazer. Precisamos nos ajudar, é não ter medo, fazer jogo de segurança, ter coragem pra atacar. Todo mundo junto para atacar e defender, vamos ganhar o jogo”, disse Alison.

Antes do time entrar em campo, o técnico Fernando Diniz ainda falou sobre a melhor forma de jogar e usou palavras de incentivo.

+ Sabrina Sato aparece com micro biquíni e surpreende seguidores

+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça

“Nós nascemos para isso. Então vocês joguem com coragem, joguem com alegria e que se fod* o resto. É vitória, é alegria pra jogar, é união, é carrinho quando tem que dar, e proteger o João Paulo na hora que precisar proteger. Vai lá e arregaça essa porra”, disse Fernando Diniz.

Após a vitória por 1 a o contra o Boca, o clima no vestiário foi de muita festa. Autor do gol e eleito o melhor homem da partida, o lateral-esquerdo Felipe Jonatan agradeceu ao grupo.

“Primeiramente agradecer a Deus pela oportunidade. Segundo lugar agradecer ao grupo, sem eles não vamos a lugar nenhum. Fui feliz no lance, acho que até o próprio adversário achou que eu ia bater no gol, mas dei um drible curto e fui bem na finalização”, disse Felipe Jonatan.

O treinador Fernando Diniz, que foi expulso no decorrer do 2º tempo, agradeceu a todos os funcionários do clube e mostrou esperança para o futuro do Santos.

“Tivemos treino ontem e ninguém se opôs a treinar. E ninguém tem dúvida que a jogada do gol, foi uma jogada do treino de ontem. O que mais nos aproxima, e é isso que a imprensa fala, que assim, que nosso time joga bonito, a gente se aproxima com o Marcelo, com o pessoal da segurança, porque aqui, todo mundo gosta de trabalhar. Esse trabalho que vamos fazer junto vai ser fod*. Eu tô chegando agora, e talvez seja um lugar que todo mundo quer trabalhar, não tem moleque mimado. É nessa pegada que a gente vai. Não tem crítica nem elogio, é trabalhar. Parabéns a todos”, finalizou Diniz.

Veja também
+ Mãe de Eliza Samudio diz que Bruno não paga pensão e que filho do goleiro se sente culpado pelo crime
+ Deputado dos EUA sugere mudar órbita da Lua para combater aquecimento
+ Baleia 'engole' pescador nos EUA e depois o cospe vivo
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Faustão é internado em hospital de SP
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS