Esportes

Barcelona tenta última cartada por Lautaro Martínez, da Inter de Milão

Atacante argentino é alvo do Barcelona há alguns meses e clube espanhol tentará última proposta pelo jogador. Depay, do Lyon, é alternativa ao atleta da Nerazzurri

Barcelona tenta última cartada por Lautaro Martínez, da Inter de Milão

Grande alvo do Barcelona nos últimos meses, o atacante Lautaro Martínez deve receber em breve mais uma proposta por parte do clube catalão. De acordo com informações do jornal “Marca”, os espanhóis entrarão em contato com a Inter de Milão por um “ataque final” ao argentino.

Com as saídas de Arthur, Rakitic, Vidal, Semedo e Suárez, o Barcelona economizará uma alta quantia na folha salarial, que podem ajudar na aquisição do camisa 10 nerazzurri. Além do alívio com os vencimentos dos atletas, o clube recebeu 30 milhões de euros (R$ 193 milhões) com a venda do lateral português ao Wolverhampton.

Segundo o periódico, a Inter deseja em torno de 100 milhões de euros (R$ 649 milhões) para vender o jogador e, caso o Barcelona pague um valor próximo a este, dificilmente contratará novos nomes no mercado. A menos que uma venda, algo que parece improvável hoje, seja realizada. O Barça ainda busca um lateral-direito e um zagueiro.

Se o flerte com Lautaro não se tornar em relacionamento sério, o time blaugrana irá ao mercado em busca de outros atacantes. O holandês Memphis Depay, do Lyon, segue na mira e conta com grande admiração do técnico Ronald Koeman.

Veja também

+ A incrível história do judeu que trabalhou para os nazistas na Grécia

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar