O Dia

Bandeira vermelha fica mais cara

Patamar maior da tarifa excedente na conta de luz subirá de R$ 6 para R$ 6,24

Justo a partir de novembro, quando começam temperaturas altas, o consumidor deverá tomar cuidado nos gastos com a conta de luz. A bandeira tarifária vermelha ficará mais cara, segundo decisão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). No patamar 1, o custo vai ser de R$ 4,16 por 100 quilowatts por hora (kWh) em vez dos R$ 4 cobrados até então. No patamar 2, o excedente será de R$ 6,24 por 100kWH e não mais de R$ 6.

No caso da bandeira amarela, que tem tarifa atual de R$ 1,50, a taxa extra baixará para R$ 1,34 por 100 kWh. A mudança é devido a medida da Aneel que prevê que os valores das bandeiras cobradas não serão mais arredondados.