Mundo

Baldwin diz que não apertou gatilho da arma que matou diretora


WASHINGTON, 2 DEZ (ANSA) – O ator norte-americano Alec Baldwin afirmou que não puxou o gatilho da arma que levou à morte acidental da diretora de fotografia Halyna Hutchins no set do filme “Rust”.   

Baldwin fez o comentário em uma entrevista à emissora “ABC News”, a primeira concedida pelo ator após a tragédia. A reportagem completa será transmitida nesta quinta-feira (2).   

“O gatilho não foi puxado. Eu nunca apontaria a arma para uma pessoa e puxaria o gatilho, nunca”, disse o ator de 63 anos.   

Em outro trecho da entrevista divulgado pela emissora, Baldwin comentou que não sabe como o projétil foi parar no set de filmagem. Ele ainda citou que “alguém colocou uma bala de verdade na arma”.   

O incidente nas gravações de “Rust” aconteceu no dia 21 de outubro, no Novo México. Na ocasião, Baldwin disparou acidentalmente uma arma que estava carregada com munição real durante um ensaio.   

Além de ter custado a vida de Hutchins, o incidente feriu o cineasta do longa-metragem Joel Souza, de 48 anos. Ele chegou a ser hospitalizado, mas já recebeu alta médica. (ANSA).   


Saiba mais
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua