Tecnologia & Meio ambiente

Balanço mundial da pandemia de coronavírus neste sábado às 08h00

Balanço mundial da pandemia de coronavírus neste sábado às 08h00

Trabalhadores de saúde manipulam testes com swabs nasais, durante testagem em passa para a covid-19 em Ronda, Espanha, 11 de novembro de 2020 - AFP

A pandemia de coronavírus provocou ao menos 1.373.381 mortes no mundo desde que o escritório da OMS na China anunciou a aparição da doença em dezembro de 2019, segundo um balanço realizado pela AFP neste sábado (21) às 08h00 de Brasília com base em fontes oficiais.

Desde o início da pandemia, mais de 57.583.290 pessoas contraíram a doença. Delas, ao menos 36.725.500 se recuperaram, segundo as autoridades.

Na sexta-feira, foram registradas no mundo 11.847 novas mortes e 657.054 casos. Os países com maior número de mortos de acordo com os últimos balanços oficiais são Estados Unidos com 1.878, França (1.138) e México (719).

A quantidade de mortos nos Estados Unidos chegou a 254.424, com 11.913.945 casos. As autoridades consideram que 4.457.930 pessoas se recuperaram.

Depois dos Estados Unidos, os países com mais vítimas mortais são Brasil, com 168.613 mortos e 6.020.164 casos, Índia, com 132.726 mortos (9.050.597 casos), México, com 100.823 mortos (1.025.969 casos) e Reino Unido, com 54.286 mortos (1.473.508 casos).

Entre os países mais afetados, a Bélgica registra a maior taxa de mortalidade, com 132 mortes a cada 100.000 habitantes, seguida pelo Peru (108), Espanha (91) e Argentina (81).

A China, sem considerar os territórios de Hong Kong e Macau, registrou um total de 86.414 pessoas infectadas, das quais 4.634 morreram e 81.472 se recuperaram totalmente.

Neste sábado às 08h00 de Brasília e desde o início da epidemia, América Latina e Caribe somam 432.461 mortes (12.368.175 casos), Europa 365.406 (16.034.727), Estados Unidos e Canadá 265.736 (12.232.828), Ásia 186.824 (11.791.588), Oriente Médio 72.909 (3.081.311), África 49.104 (2.044.561) e Oceania 941 (30.107).

Este balanço foi realizado utilizando dados das autoridades nacionais coletados pelos escritórios da AFP e com informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Devido às correções das autoridades ou à publicação tardia dos dados, o aumento dos números publicados em 24 horas pode não corresponder exatamente com os números do dia anterior.

Veja também

+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel