Mundo

Balanço de atentado em casamento em Cabul alcança 80 mortos

Balanço de atentado em casamento em Cabul alcança 80 mortos

O salão do casamento onde um homem-bomba matou 80 pessoas em Cabul, Afeganistão - AFP

O atentado suicida executado por um homem-bomba do grupo Estado Islâmico (EI) em um casamento no sábado em Cabul provocou 80 mortes, de acordo com um balanço atualizado divulgado pelo ministério do Interior do Afeganistão.

“Pessoas gravemente feridas levadas para o hospital não resistiram”, afirmou o porta-voz do ministério, Nasrat Rahimi.

Este foi o atentado mais violento na capital afegão desde o ataque reivindicado pelos talibãs em janeiro 2018, quando uma ambulância explodiu e matou 103 pessoas.

A ação de sábado foi reivindicada pelo braço afegão do EI, que afirmou ter atacado um “grande grupo de apóstatas”.

O EI, composto por islamitas radicais sunitas, atacou em diversas ocasiões a comunidade xiita do Afeganistão, da qual as famílias dos noivos fazem parte.

O balanço inicial das autoridades era de pelo menos 63 mortos e mais de 180 feridos.

A potente explosão destruiu grande parte do teto do salão de casamentos, onde centenas de convidados estavam reunidos.

O atentado aconteceu no momento em que a população afegã, exasperada pela violência, aguarda a conclusão de um acordo entre Estados Unidos e talibãs, o que abriria o caminho para negociações de paz entre o governo afegão e os insurgentes.