Esportes

‘Bad Boy’ dos Bulls de Jordan, Rodman fez exigências inusitadas em entrevista de documentário da Netflix

Crédito: Reprodução Twitter

Dennis Rodman e Michael Jordan (Crédito: Reprodução Twitter)

Destaque defensivo e dos rebotes na dinastia do Chicago Bulls nos ano 90, Dennis Rodman é um dos personagens mais controversos da NBA. O ex-jogador de basquete, de 59 anos, também foi um dos entrevistado para o documentário “Last Dance” (‘Arremesso Final’, em português) da Netflix.

Famoso pelas suas excentricidades dentro e principalmente fora das quadras, Rodman surpreendeu a equipe de filmagem do documentário.

Segundo o diretor Jason Hehir, o ex-ala-pivô dos Bulls disse que falaria por apenas 10 minutos. No entanto, o material enviado previamente ao campeão da NBA possuía 11 páginas de perguntas.

Além disso, antes do início das gravações, Rodman fez dois pedidos inusitados.

“Eu preciso de um sanduíche de atum e um pouco de chá de camomila”, pediu Rodman, conforme relato do diretor em programa da ESPN norte-americana.

Pego de surpresa, Jason requisitou a sua equipe que providenciasse o lanche e a bebida. Após os pedidos, o destaque dos Bulls comandado por Michael Jordan ficou mais sossegada e gravou por cerca de três horas.

“Ao menos que você passe nesse teste, não poderá fazer essa entrevista. Então pegamos o sanduíche de atum, pegamos o chá de camomila e ele se sentou por três horas. Mas esse é um cara difícil de entrevistar”, completou.