Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

O Botafogo pouco assustou o Fluminense e foi superado por 1 a 0 na tarde deste domingo, em jogo válido pela 14ª rodada do Brasileirão. Após a partida, Vítor Severino, auxiliar de Luís Castro – que não comandou a equipe por estar suspenso -, foi incisivo.

– Montamos uma estrutura e um esquema com uma intenção, é algo prévio ao jogo. Depois dele, muitas coisas podem ser explicadas para falar do resultado. Há variáveis, como posse de bola e número de finalizações… O que decide o jogo é o número de gols marcados. Nós não montamos uma estrutura de jogo para acontecer o que aconteceu. Não era para termos 20% de posse de bola e o adversário 80%. Foi uma circunstância do jogo, que tem a ver com a característica do adversário e com as nossas limitações. A ideia era ser sólidos defensivamente, mas com o objetivo de sair no contragolpe e criar chances. Conseguimos algumas, com uma oportunidade flagrante quando o jogo estava 0 a 0. Mas o adversário teve o domínio territorial, é verdade. Vamos continuar o nosso caminho – afirmou.

O Alvinegro, entre lesionados e suspensos, teve mais de dez desfalques para a partida. Mesmo assim, Severino não quis colocar a derrota na conta dos problemas.

– Seria injusto dizer isso com os atletas que aturam hoje. Se dedicaram, se esforçaram. Seria uma desculpa dizer isso. Há muitas variáveis em um jogo, mas essa foi uma delas. Estamos muito fechados e unidos para enfrentarmos os altos e baixos – completou.