Mundo

Autoridades soltam galinhas para atrair leopardo que fugiu de parque na China

Crédito: STR / AFP

Moradores da cidade de Hangzhou, na China, foram orientados a permanecerem em casa a enquanto as autoridades liberavam bandos de galinhas como isca para rastrear um leopardo que escapou de um parque.

De acordo com o jornal The Guardian, citando o Modern Express Post, quase 100 galinhas foram soltas para atrair o leopardo. As autoridades também colocaram segurança adicional perto da zona de busca e os residentes foram colocados em alerta.

Na semana passada, o zoológico foi criticado por não emitir um alarme sobre a fuga dos felinos. Os moradores de Hangzhou viram um leopardo solto na quinta-feira (6), mas o anúncio de que os animais haviam escapado só foi feito no sábado (8), quando o Hangzhou Animal Park fechou o local por  “razões de segurança”.

O zoológico acabou admitindo que um de seus animais havia fugido e se desculpou por não ter acionado o alerta antes para não “espalhar pânico”. Conforme a imprensa chinesa, três jovens leopardos fugiram do zoológico. Dois deles foram capturados no fim de semana, mas o terceiro ainda está sendo procurado.

Na segunda-feira (10), as autoridades locais anunciaram a prisão de cinco pessoas, incluindo o diretor do zoológico. Foi aberta uma investigação sobre o caso.

* Com informações da AFP

Veja também
+ Deputado dos EUA sugere mudar órbita da Lua para combater aquecimento
+ Ex-parceiro de Cristiano Araújo é encontrado morto
+ Policial militar mata a tiros quatro pessoas em pizzaria de Porto Alegre
+ Sérgio Mallandro diz que atrapalhou sexo de Xuxa com Ayrton Senna
+ Mano Brown se irrita com possível acerto do Santos com volante do Corinthians: ‘Tá tirando’
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago