Esportes

Autor de 2 golaços, Germán Cano recebe elogios de Diniz e Nino no Fluminense


Com quatro gols nos últimos três jogos pelo Fluminense, o argentino Germán Cano vive grande fase no clube carioca e recebeu muitos elogios do técnico Fernando Diniz e do zagueiro Nino na noite deste sábado. O atacante marcou dois belos gols na vitória por 2 a 1 sobre o Athletico-PR pelo Campeonato Brasileiro.

“Cano é espetacular. Finalizador nato. Um cara que faz muitos gols, mas vai muito além dos gols que faz. Ele se entrega muito, ajuda, dá opção. É um privilégio o Fluminense contar com ele e tem tudo pra virar um ídolo no clube”, afirmou o zagueiro Nino, após a partida.

O técnico Fernando Diniz também elogiou o atleta e comentou sobre a passagem de bastão do ídolo Fred para o atacante argentino, que chegou do Vasco. “Ele é um dos jogadores que mais corre no Fluminense e participa do jogo. Assim ele vai crescer mais. Ajuda muito na parte tática e a técnica é dele.”

“A troca vem acontecendo naturalmente. É difícil atingir as marcas de Fred no clube. Agora espero que o Cano tenha tempo para conquistar os títulos que o Fred conquistou. Mais do que um jogador especial, ele é uma pessoa diferente. Um cara que eu tenho uma sintonia muito fina. Conheço o Cano a pouco tempo, mas parece que o conheço a longa data. Se entrega de corpo e alma e é um homem na concepção da palavra”, disse o treinador.

Diniz também comentou sobre o jovem atacante John Kennedy, uma das maiores promessas do Fluminense. Sem jogar após sofrer uma lesão no pé direito, o atacante foi autuado pela polícia nesta semana, após seu carro ter sido apreendido em Itaboraí com um motorista sem carteira de habilitação e com 10 gramas de maconha. Diniz demonstrou apoio ao jovem.

“Já conversei com ele duas vezes. O que puder fazer por ele, eu vou fazer. É um grande talento e mais um daqueles jogadores que tem uma história de vida que o futebol ao invés de acolher a pessoa, acolhe só o jogador e isso é uma falha gigantesca que acontece no futebol brasileiro. Nós já perdemos muitos John Kennedys por aí e continuamos perdendo. Vou fazer de tudo pra ele ter uma vida digna no futebol e quando ele parar, que ele viva do que fez no futebol”, disse Diniz.

Em um grupo embolado na Copa Sul-Americana, o Fluminense volta a campo para um jogo decisivo contra o Unión Santa Fé pela quinta rodada da fase de grupos na próxima quinta-feira. Nino avaliou o duelo como uma decisão.

“Mais uma decisão. Tá virando hábito e a gente tem que virar a chave. Estamos focados. Vai ser um jogo duro na Argentina e nós estamos acreditando muito nessa classificação.”