Esportes

Áustria se despede de Niki Lauda


O mundo da Fórmula 1 e milhares de admiradores de Niki Lauda deram adeus nesta quarta-feira ao tricampeão do mundo austríaco, falecido em 20 de maio, aos 70 ano, em homenagem pública na catedral São Estevão de Viena.

O piloto britânico Lewis Hamilton e toda a equipe da Mercedes, na qual Lauda atuava como vice-presidente executivo, estavam entre as numerosas personalidades presentes no funeral.

Antes da missa, que contou com a presença de cerca de 300 convidados, a catedral abriu suas portas ao grande público para que todos pudessem se despedir do ídolo.

O capacete vermelho de Lauda, com seu nome, foi depositado sobre o caixão, assim como um de seus macacões de corrida, e milhares de pessoas fizeram fila sob forte chuva para poder prestar uma última homenagem.

Lauda, lenda da Fórmula 1 e ídolo na Áustria, será enterrado em uma cerimônia íntima em um lugar mantido em segredo, anunciou a família.

O ex-piloto faleceu em 20 de maio no Hospital Universitário de Zurique, na Suíça, nove meses depois de ter realizado um transplante de pulmão, do qual havia se recuperado com dificuldades.

O austríaco ocupava desde 2012 o cargo de vice-presidente executivo da Mercedes e foi peça-chave para que Lewis Hamilton deixasse a McLaren e fosse correr pela equipe alemã, com a qual conquistou quatro títulos mundiais.

O ex-piloto austríaco foi homenageado no último fim de semana, durante o GP de Mônaco, com um emotivo minuto de silêncio antes da corrida. Hamilton, que venceu a prova, exibiu o capacete de Lauda e lhe dedicou a vitória.

Lauda correu por quatro anos na Ferrari, entre 1974 e 1977, conquistando o título mundial em 1975 e 1977. Conseguiu um terceiro título mundial em 1984, já pela McLaren.

Foi ao volante da Ferrari que Lauda sofreu o acidente que quase lhe custou a vida, em 1976, quando ficou preso no carro em chamas, sendo resgatado por pilotos adversários.

Os gases tóxicos que inalou durante o acidente debilitaram seu organismo e as queimaduras deixaram visíveis cicatrizes em seu corpo. Após dois transplantes de rim em 1997 e 2005, foi submetido a um transplante pulmonar de extrema urgência em agosto de 2018, após contrair um vírus durante viagem a Ibiza.

Lauda também se destacou como empresário de sucesso, fundando várias companhias aéreas, entre elas a que levava seu nome e foi vendida à irlandesa Ryanair no ano passado.

phs/smk/am



RYANAIR HOLDINGS PLC

W.R. GRACE AND COMPANY

ACCOR

HERO MOTOCORP

Saiba mais
+ Mãe de Medina compara Yasmin Brunet a ‘atriz pornô’ e colunista divulga conversa
+ Chamada de atriz pornô, Yasmin Brunet irá processar mãe de Gabriel Medina
+ Mulher divide marido com mãe e irmã mais nova: ‘Quando não estou no clima’
+ Em pose sexy, Cleo Pires afirma: "Amando essa minha bunda grande"
+ Médicos encontram pedaço de cimento em coração de paciente durante cirurgia
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio