Esportes

Austrália-Nova Zelândia é candidatura favorita para sediar Copa feminina de 2023

A candidatura conjunta de Austrália e Nova Zelândia para sediar a Copa do Mundo Feminina de 2023 parece mais preparada do que a do Japão e da Colômbia, de acordo com o “relatório de avaliação” divulgado pela Fifa nesta quarta-feira.

O dossiê das duas nações da Oceania “recebeu a melhor nota média global (4,1 de 5)”, à frente do Japão (3,9) e da Colômbia (2,8), escreveu a Fifa nesse documento, que tenta lançar luz no voto final de seu Conselho, previsto para 25 de junho.

O Brasil desistiu de sua candidatura na segunda-feira devido a restrições orçamentárias ligadas à pandemia da COVID-19.

Em seu relatório de avaliação, a Fifa lista os pontos fortes da Austrália e da Nova Zelândia, incluindo “uma gama de opções de qualidade em termos de esportes e infraestrutura geral” e um “compromisso garantido” pelos dois países.

A candidatura conjunta é uma novidade na história da competição, cuja primeira edição foi realizada em 1991 na China.


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

Para o órgão sediado em Zurique, a conclusão deste projeto permitiria “um espírito de unidade e cooperação para acelerar o desenvolvimento do futebol feminino em toda a região da Ásia-Pacífico”.

No entanto, essa candidatura ainda pode “se revelar uma fonte de complicações” devido aos “diferentes componentes transfronteiriços” a serem administrados, diz a entidade.

O dossiê prevê uma partida de abertura em Auckland e uma final em Sydney para esta primeira Copa do Mundo de 32 equipes, oito a mais do que as 24 da última edição de 2019 na França.

O projeto colombiano enfrenta o “risco” de que os investimentos necessários em infraestrutura não sejam “realizados” entre agora e 2023.

O Japão, sede da Copa do Mundo de Rugby de 2019 e dos próximos Jogos Olímpicos de 2021, tem “estádios de qualidade, bem conservados e administrados profissionalmente”, de acordo com o relatório de avaliação.

O período planejado para o torneio (entre 10 de julho e 20 de agosto de 2023) coincide, no entanto, com o clima mais quente e úmido do arquipélago.

jta/jed/av/psr/aam

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Ticiane Pinheiro posa de maiô decotado e internautas suspeitam de gravidez
+ Denise Dias faz seguro do bumbum: “Meu patrimônio”
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel