Mundo

Ausência de Trump obriga Biden a reformular entrega de códigos nucleares

Ausência de Trump obriga Biden a reformular entrega de códigos nucleares

Um oficial militar transporta a mala batizada de "football" com os códigos nucleares para o helicóptero Marine One, acompanhando Donald Trump em Washington, quando ele deixou a Casa Branca para a Flórida, em 20 de janeiro de 2021 - AFP

Os códigos nucleares dos Estados Unidos foram entregues ao novo presidente, o democrata Joe Biden, conforme exigido por lei nesta quarta-feira (20), mas pela primeira vez na história essa transferência geralmente discreta exigiu um esquema em duas fases.

Como o republicano Donald Trump se recusou a participar da cerimônia de posse de seu sucessor, algo sem precedentes em 150 anos, a transferência dos códigos, que geralmente é feita discretamente, este ano exigiu duas cópias da mala que contém todos os elementos necessários ao cenário de um ataque nuclear e que acompanha o presidente americano em todas as circunstâncias.

Na manhã de quarta-feira, quando voou da base militar de Andrews perto de Washington para sua residência em Mar-a-Lago, na Flórida (sudeste), Donald Trump ainda era presidente e, como tal, foi acompanhado por um assessor militar que carregava a famosa mala nuclear e um pequeno cartão de plástico, apelidado de “cookie” (biscoito), que contém os códigos.

Mas, ao mesmo tempo, em Washington, outro assessor militar, com outra mala e outro “cookie”, ocupou seu lugar na plataforma erguida na escadaria do Capitólio – a sede do Congresso – para a posse de Joe Biden.

E exatamente ao meio-dia local, enquanto tradicionalmente o assistente militar do presidente que deixa o cargo deve entregar a mala ao seu colega para o novo presidente, desta vez o “cookie” de Donald Trump foi simplesmente desativado, como um cartão de crédito que expira.


+ Rapper implanta diamante de R$ 128 milhões no rosto
+ PR: Jovem desaparecida é encontrada morta; namorado confessa crime
+ Galo bota ovos e surpreende moradores de Santa Catarina

Assim, uma nova chave foi atribuída a Joe Biden e ativada em Washington, dando oficialmente ao 46º presidente dos Estados Unidos o poder absoluto de usar armas nucleares.

Veja também

+ Aprenda a preparar o delicioso espaguete a carbonara
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ Cientistas desvendam mistério das crateras gigantes da Sibéria
+ Sexo: saiba qual é a melhor posição de acordo com o seu signo
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Os 4 signos mais psicopatas do zodíaco
+ Cataratas do Niágara congelam e as imagens são incríveis
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Editora estreia com o romance La Cucina, uma aventura gastronômia e erótica