ISTOÉ Gente

Atriz pornô pede US$ 1 milhão por vídeo íntimo com namorado

Crédito: Reprodução/Instagram

Sarah Russi e o namorado Mason Reese (Crédito: Reprodução/Instagram)

Sarah Russi, modelo e atriz pornô, que namora com Mason Reese, ex-astro infantil, revelou que eles aceitam gravar um vídeo íntimo entre eles, desde que alguém esteja disposto a pagar 1 milhão de dólares.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

Em entrevista ao site Too Fab, Russi falou sobre essa possibilidade. “Há muita gente pedindo para ver eu e o Mason fazendo sexo. Há muitas ofertas e muita gente achando que vai conseguir isso por US$ 100. Nós queremos pelo menos sete dígitos para fazer isso”, afirmou.

O romance da atriz e Reese tem chamado atenção por conta da diferença e idade entre eles. O ex-astro mirim está com 54 anos, enquanto Russi tem 26.

Mason Reese fez sucesso na TV nos Estados Unidos, principalmente na década de 70, participando de vários programas, além de estrelar várias campanhas publicitárias.

Veja também

+ Por decisão judicial, Ciro Gomes tem imóvel penhorado em processo com Collor

+ Após foto “com volume” ser derrubada no Instagram, Zé Neto republica imagem usando bermuda

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Morre mãe de Toni Garrido: “Descanse, minha rainha Tereza”

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea