Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Na data em que se completam 20 anos da morte de Chico Xavier, a atriz Ana Rosa revelou, nesta quinta-feira (30), que contou com a ajuda do médium para construir Carmen, sua personagem na primeira versão de A Viagem (1975). “Fui com a equipe da novela até Uberaba e Chico nos permitiu assistir uma reunião de desobsessão com ele”, contou, em entrevista ao Extra.

Ana considera, ainda, que a religião a ajudou a passar por momentos difíceis, como a perda da filha. “Em 1995, minha primeira filha de meu segundo casamento foi atropelada no Flamengo, às vésperas de completar 19 anos. Felizmente naquela época eu já era espírita. A dor é inevitável, não tem como deixar de sentir. Perder um filho é uma coisa que desejo para ninguém. Mas, por ser espírita, as ferramentas que temos nos ajudam a passar essa prova, essa fase tão dolorida de uma forma melhor”, analisou.

A atriz está em cartaz há mais de duas décadas com a peça Violetas na janela, que é a adaptação de um romance espírita. Segundo ela, Chico previu o sucesso do espetáculo. “[A peça] vai ficar muitos anos. Vocês estão colocando violetas em uma janela de luz”, relembrou.