Esportes

Atlético-MG já vendeu mil cadeiras cativas e 81% dos camarotes do seu estádio, a Arena MRV

O clube está perto de conseguir as receitas que deseja para incrementar o orçamento das obras da sua arena, prevista para 2022

Atlético-MG já vendeu mil cadeiras cativas e 81% dos camarotes do seu estádio, a Arena MRV

que poderá usá-los durante 15 anos-(Bruno Cantini/Atlético-MG)

O Atlético-MG teve duas boas notícias relacionadas ao seu estádio, a Arena MRV, nesta segunda-feira, 19 de outubro: a venda de mil cadeiras cativas em menos de 48h de um total 4592 mil unidades.

A segunda boa nova para o estádio do Galo é a comercialização de 81% dos camarotes disponibilizados pelo clube. Foram 66 unidades vendidas de um total de 81 disponíveis.

Se todos os camarotes forem vendidos, o Galo irá arrecadar R$ 81.590.000,00. No caso das cadeiras, o clube espera obter mais de R$ 100 milhões. As cativas custam R$ 40.980,00, o local mais caro e R$ 30.980,00 para outro setor. Os valores podem ser divididos em até 60 vezes.

A Arena MRV quer conseguir com a vendas dos locais cerca de R$ 200 milhões, o que irá ajudar a amortizar os R$ 560 milhões da obra do estádio,que sofreu um acréscimo nos custos.

Empresas interessadas nos camarotes

Diversas empresas já demonstraram interesse na aquisição dos espaços Vip’s dos camarotes da Arena MRV. Os espaços podem ser utilizados por 15 anos pelo usuário que o adquirir.

Os os valores variam de local, tendo 14 tipos de faixas de preços, dependendo da localização e visão de campo. Os camarotes mais caros , que ficam no centro do gramado, custam R$ 1.950.000,00, e possuem 30 lugares cada. Os mais baratos, atrás de um dos gols, sai ao custo de R$ 807.500,00.

Há ainda os locais que cabem até 17 torcedores, que custam entre R$ 47,5 mil a R$ 65 mil. A compra do espaço ViP pode ser dividido em 20 vezes pelos interessados.

Veja também

+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel