Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

O Atlético-MG empatou com o Emelec em 1 a 1 nesta terça-feira, em Guayaquil, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores 2022.

Aos 16 minutos Ademir abriu o placar para o time mineiro, que teve amplo domínio no primeiro tempo.

Na segunda etapa, o Emelec empatou com um pênalti convertido pelo uruguaio Sebastián Rodríguez aos 58 minutos, depois de o árbitro revisar o lance no VAR.

Apesar de ter jogado os últimos 22 minutos com um a menos devido à expulsão de Allan, o Galo poderia ter ficado com a vitória nos minutos finais com um pênalti aos 88 minutos. Mas o goleiro Pedro Ortiz adivinhou o canto e defendeu a cobrança do atacante Hulk.

As duas equipes voltam a se encontrar na próxima terça-feira, em Belo Horizonte. Quem vencer se classifica para as quartas de final mas se a partida terminar empatada, será decidida nos pênaltis.

– Domínio brasileiro –

O Atlético-MG assumiu o controle do jogo desde o início contra um Emelec que tentou, sem efeito, pressionar para anular a saída de bola do time brasileiro, que não mostrou pressa para abrir o placar.

A alta pressão dos locais fez com que a equipe mineira tivesse que tentar bolas em profundidade em várias ocasiões, e assim nasceu o gol brasileiro.

Aos 16 minutos, o goleiro Everson chutou para a zona de ataque em busca de Hulk, que dominou a bola magistralmente e abriu para Nacho Fernandez à sua direita.

O argentino tocou em profundidade para Ademir, que, entrando na área, chutou cruzado com o pé esquerdo para o fundo da rede de Pedro Ortiz.

Oito minutos depois, Hulk quase marcou o segundo para o Galo ao dominar uma bola dentro da área de costas para o gol e, após girar rapidamente, mandou uma bomba de canhota que passou rente à trave.

O Emelec só acordou nos minutos finais do primeiro tempo e por pouco não chega ao intervalo com tudo igual no placar, com um chute da esquerda de Jackson Rodríguez que bateu na trave.

Na segunda etapa, o Emelec entrou com mais garra em busca do empate, o que fez com que o Galo tivesse muitos espaços no ataque para surpreender no contra-ataque.

– Hulk perde pênalti –

O Emelec conseguiu empatar aos 58 minutos, quando o árbitro foi avisado para rever uma jogada na área visitante, devido a um empurrão de Nathan para Alejandro Cabeza. Após analisar a jogada, o argentino Fernando Rapallini marcou pênalti apesar dos protestos dos jogadores do Atlético-MG, e o uruguaio Sebastián Rodríguez, com um chute forte, fez 1 a 1.

Dez minutos depois, o Galo ficou com 10 em campo devido à expulsão de Allan após agredir Jackson Rodríguez.

Apesar de jogar com um a menos, o time mineiro teve várias chances de marcar o segundo gol, em contra-ataques de Ademir e Hulk mas faltou precisão.

Já o Emelec quase virou o placar aos 74 minutos, com uma cabeçada de Dixon Vera, mas Everson fez uma excelente defesa na linha do gol.

Aos 88 minutos, o árbitro marcou um pênalti em Hulk e o próprio atacante assumiu a responsabilidade. Mas sua cobrança, à esquerda de Ortiz, foi adivinhada pelo goleiro equatoriano que dessa forma salvou um ponto para a equipe da casa.

prb/cl/aam