Esportes

Atlético-GO leva empate do Vila Nova no final e perde a vice-liderança da Série B

O Atlético-GO aumentou o jejum de vitórias para três jogos e ainda perdeu a vice-liderança da Série B do Campeonato Brasileiro ao só empatar com o Vila Nova, por 1 a 1, na noite desta sexta-feira, no estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO), pela 28ª rodada. Mike abriu o marcador para o Atlético no primeiro tempo e Bruno Mezenga deixou tudo igual para os donos da casa nos instantes finais da partida.

O gol de falta, aos 39 minutos do segundo tempo, trouxe certo alívio para o Vila Nova, que tenta deixar a zona de rebaixamento. O time do técnico Rafael Toledo chegou aos 30 pontos. O Atlético, por sua vez, caiu para o terceiro lugar, com 47 pontos. O Sport tem 49 após vencer o São bento, por 2 a 0.

O Atlético começou melhor o clássico. A principal chance, porém, surgiu só aos 32 minutos e já com o gol de Mike. Reginaldo recebeu, invadiu a área e tocou para Mike que empurrou com a perna direita para o fundo das redes. Este foi o 10º gol de Mike na Série B.

No segundo tempo, a primeira chance foi do Vila Nova. Alan Mineiro cabeceou para baixo com perigo, mas o goleiro Maurício Kozlinsk fez a defesa e evitou o empate. Quatro minutos depois, o Atlético respondeu com Gilvan que acertou a rede pelo lado de fora.

O jogo caiu de produção. Aos 30 minutos, Pedro Raul perdeu uma boa chance para o Atlético ao chutar por cima, mesmo de frente para o gol. Aos 39 minutos, o Vila Nova conseguiu o empate com gol de falta de Bruno Mezenga.

+ Briga de vizinhos termina com personal trainer morta a facadas no interior de SP

O Vila Nova voltará a campo na próxima terça-feira, às 20h30, quando visitará o América-MG no estádio Independência, em Belo Horizonte (MG), pela 29ª rodada. O Atlético, um dia antes, receberá a Ponte Preta às 20 horas no estádio Antônio Accioly, em Goiânia.

FICHA TÉCNICA:

VILA NOVA 1 x 1 ATLÉTICO-GO

VILA NOVA – Rafael Santos; Patrick (Erick), Diego Jussani e Wesley Matos; Jeferson, Edinho (Tinga), Ramon, Alan Mineiro (Robinho) e Gastón Filgueira; Bruno Mezenga e Gustavo Henrique. Técnico: Rafael Toledo.

ATLÉTICO-GO – Maurício Kozlinski; Jonathan, Oliveira, Gilvan e Nicolas; Nathan, Moacir (Pedro Bambu) e Jorginho (Matheuzinho); Reginaldo, Mike e Aylon (Pedro Raul). Técnico: Wagner Lopes.

GOLS – Mike, aos 32 minutos do primeiro tempo. Bruno Mezenga, aos 39 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Ricardo Marques Ribeiro (MG).

CARTÕES AMARELOS – Wesley Matos, Gustavo Henrique, Gastón Filgueira (Vila Nova); Oliveira, Nathan (Atlético-GO).

RENDA – R$ 20.705,00.

PÚBLICO – 3.530 pagantes (4.673 no total).

LOCAL – Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).

Veja também

+ Quarta parcela do auxílio sai hoje (14) para os nascidos em agosto

+ Cunhado de Maradona morre de Covid-19 na Argentina

+ Nazistas ou extraterrestres? Usuário do Google Earth vê grande ‘navio de gelo’ na costa da Antártida

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?