Economia

Ativos do Brasil ensaiam recuperação em NY; ADR da Vale sobe 0,76%

Os ativos brasileiros ensaiam recuperação após o tombo da segunda-feira, 24, e operam em leve alta nesta terça-feira, 25, na Bolsa de Valores de Nova York (Nyse), dia de ganhos também para as bolsas americanas, que sofreram a maior baixa em dois anos na véspera.

O EWZ, como é conhecido o maior fundo de índice (ETF, na sigla em inglês) de papéis do Brasil em Wall Street, tem alta de 0,11%, ante queda de 5% ontem.

Entre os American Depositary Receipts (ADRs), recibos de ações de empresas listados na Nyse, o papel da Petrobras tem alta de 0,23%, ante queda de 6,7% ontem.

O ADR da Vale sobe 0,76%, após cair 7,5% na véspera.

Entre os bancos, o ativo do Itaú avança 0,33%, mas Bradesco tem leve queda de 0,07% e Santander recua 1,3%.

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

“O apetite por risco está de alguma forma se recuperando”, afirmam os estrategistas do banco de investimento americano Brown Brothers Harriman (BBH).

Entre as notícias que ajudam a dar algum alívio ao mercado hoje, o BBH cita o pedido de Donald Trump ao Congresso em Washington de liberação de US$ 2,5 bilhões para lidar com o coronavírus.

Além disso, a empresa farmacêutica Moderna enviou hoje uma possível vacina contra o coronavírus a pesquisadores do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos para testes. A ação da empresa dispara 13%.

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Seu cabelo revela o que você come (e seu nível socioeconômico)

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?