Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

A semifinal de Roland Garros entre o norueguês Casper Ruud e o Croata Marin Cilic, disputada nesta sexta-feira, foi interrompida por aproximadamente 15 minutos após uma ativista climática invadir a quadra e se prender à rede para protestar.

Quando o norueguês vencia o terceiro set por 4 a 1, a manifestante entrou na quadra e se prendeu a uma das hastes da rede, ficando de joelhos, com a mão direita levantada e uma mensagem (em inglês) em sua camisa: “Temos 1.028 dias restantes”.

A ativista pertence a uma associação francesa que pede mudanças nas políticas climáticas e afirma que restam 1.028 dias “para determinar o futuro da humanidade”.

Os dois tenistas foram para os vestiários até que os seguranças do torneio retirassem a mulher da quadra.

Após um breve aquecimento, o jogo foi reiniciado.

mcd/dam/cb