Mundo

Ativista de 19 anos é acusado de ‘secessão’ em Hong Kong

Ativista de 19 anos é acusado de ‘secessão’ em Hong Kong

(Arquivo) O ativista Tony Chung - AFP/Arquivos

Um ativista de Hong Kong de 19 anos foi acusado nesta quinta-feira de “secessão”, tornando-se a primeira personalidade política a ser processada em virtude da lei de segurança nacional imposta pela China no território semiautônomo.

Dois dias após ser preso em uma cafeteria localizada em frente ao consulado americano em Hong Kong, Tony Chung foi acusado por um tribunal de secessão, lavagem de dinheiro e conspiração para publicar conteúdo sedicioso.

Veja também

+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel