Mundo

Ativista coloca boneca em estátua de jornalista italiano

MILÃO, 29 JUN (ANSA) – Após ter sido pintada de vermelho por manifestantes antirracismo, uma estátua do jornalista italiano Indro Montanelli (1909-2001) amanheceu no último domingo (28) com uma boneca no colo simulando uma menina de 12 anos.   

A manifestação fez referência à criança eritreia que Montanelli admitiu ter comprado como “esposa” durante seu serviço militar na Etiópia, na década de 1930, quando o fascista Benito Mussolini tentava estabelecer um império no Chifre da África.   

A boneca foi colocada na estátua pela ativista Cristina Donati Meyer, que reivindicou o ato em sua página no Facebook. “O monumento a Indro Montanelli agora está completo. Não era preciso pintar a estátua, apenas acrescentar nos joelhos a menina eritreia de 12 anos de quem ele abusou como soldado colonialista”, diz o cartaz colado no pedestal do monumento.   

A ativista foi fichada pela polícia, que removeu a boneca.   

Considerado um dos maiores jornalistas italianos do século 20, Montanelli teve uma longa carreira no Corriere della Sera, jornal de maior circulação no país, e também fundou o diário conservador Il Giornale.   

Em entrevista à emissora Rai em 1969, Montanelli admitiu que havia comprado uma garota eritreia de 12 anos no Chifre da África. O episódio ocorreu na década de 1930, quando o regime fascista de Benito Mussolini tentava estabelecer um império com a conquista da Etiópia.   

“Era uma belíssima garota de 12 anos. Desculpem-me, mas na África é outra coisa. E me casei regularmente com ela, no sentido de que a havia comprado do pai”, contou.   

Questionado na sequência pela jornalista Elvira Banotti, Montanelli acrescentou que “as meninas da Abissínia [nome do antigo Império Etíope] se casavam com 12 anos”, mas reconheceu que, se fosse na Europa, isso seria considerado uma violência.   

(ANSA)

Veja também

+ Toyota Corolla Cross é SUV do Corolla para brigar com Jeep Compass e cia; confira imagens oficias
+ Robert De Niro reduz limite do cartão da ex-mulher e diz que coronavírus implodiu suas finanças
+ MasterChef estreia sem "supercampeão" e cheio de mudanças
+ Gafanhotos: cidade na Bahia enfrenta invasão de insetos
+ Coronel da PM diz que Bolsonaro é ‘falastrão’ e renuncia à entidade de Oficiais
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior