Educacao

Atila Iamarino comandará bate-papo no YouTube sobre futuro da educação

Crédito: Divulgação

No mês do professor, o projeto #ConversasQueImportam, desenvolvido pelo YouTube Brasil em parceria com a Play9, reúne o cientista Atila Iamarino; o advogado, professor e doutor em Direito Silvio Almeida; o “Chavoso da USP“, Thiago Torres, que é funkeiro e estudante de Ciências Sociais da USP, e a bacharela e mestra em Direito, Winnie Bueno, responsável pela iniciativa conhecida como “Tinder dos livros”.

A conversa começa com uma reflexão sobre a origem da palavra “aluno” e a visão de passividade no processo de aprendizado. Os convidados também discutem as relações entre escola e sociabilidade, pensando a instituição como o primeiro espaço de socialização que uma criança experimenta. E, dessa maneira, a diálogo aborda como o Brasil é assolado por graves problemas ligados à inclusão de estudantes neurodivergentes, questões decorrentes do bullying e preconceitos, tanto em relação à afetividade e gênero quanto a corpos racializados e refugiados: LGBTQIA+fobia e racismo, por exemplo.

Eles também debatem sobre o futuro da educação e os desafios do acesso à informação na internet, além de compartilhar pontos de vista com Professor Noslen e Débora Aladim, professores que participam pontualmente desta edição do projeto.

O vídeo estará disponível no dia 28 de outubro, quarta-feira, no canal do YouTube Brasil e do Silvio Almeida e terá tradução em libras. Esta é a quinta edição do projeto #ConversasQueImportam, desenvolvido pelo YouTube Brasil com a parceria da Play9, estúdio de conteúdo de Felipe Neto e João Pedro Paes Leme. O projeto promove diálogos embasados em narrativas plurais e diversas ao longo do ano em diferentes formatos e nas redes sociais do YouTube.

Em junho, o projeto fez sua estreia com uma mega live sobre racismo com os criadores Gabi Oliveira, Yuri Marçal e Felipe Neto – o debate venceu a categoria “Falou Tudo” do Prêmio MTV MIAW 2020.

A segunda edição, em julho, trouxe Linn da Quebrada, Nátaly Neri e Thelminha Assis para debater sobre a interseccionalidade das lutas LGBTQIA+ e antirracista. A terceira edição sobre povos indígenas e meio ambiente contou com a participação de Ailton Krenak, Cristian Wariu Tseremey’wa, Ana Paula Xongani e Gabriela Prioli. Já a quarta edição apresentou um bate-papo sobre Setembro Amarelo, com Rita Von Hunty, Rennan da Penha, Cintia Aleixo e Lucca Najar.

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Idoso morre após dormir ao volante e capotar veículo em Douradoquara; neto ficou ferido
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel