Esportes

Athletico-PR goleia Caracas e avança na Copa Libertadores

Com vitória, Furacão garantiu 2ª colocação da chave

Na noite desta quinta-feira (26), o Athletico-PR venceu, por 5 a 1, o Caracas. Os times se enfrentaram pela 6ª rodada da Libertadores, na Arena da Baixada, em Curitiba. Com a vitória, o Furacão garantiu a 2ª colocação e avança na competição.

+ 3 signos que não têm pressa de dizer ‘eu te amo’
+ Dr. Rey diz que não faz sexo com a mulher há 8 anos
+ SP: Tribunal do PCC mata dois homens que desviaram R$ 500 mi de garagens de ônibus

PRESSÃO RUBRO-NEGRA!

Precisando da vitória para a classificação, o Athletico-PR chegou com tudo. O time deixou os adversários agirem e pressionarem, mas os anfitriões logo dominaram e marcaram. Aos 18, Pablo recebeu de Abner, driblou e completou rasteiro da meia-lua.

Três minutos depois, o atacante ampliou o marcador. Aos 21, após jogada, Cuello lançou para trás, que, sozinho, completou no lado direito. A bola ainda desviou em Pablo, enganou o goleiro e morreu no canto esquerdo. Aos 45, Christian fez o terceiro. Abner lançou da esquerda, e o volante completou, de primeira.

EM BUSCA DE MAIS!

O Furacão voltou do intervalo querendo mais gols. Aos 13, porém, o Caracas descontou. Na cobrança da intermediária, Torres levantou na área para Rivero completar de cabeça nas redes. Porém, o Athletico-PR voltou a dominar e a ampliar o marcador. Christian recebeu de Erick, costurou pelo meio e, completou da meia-lua. Poucos minutos depois, Pedro Rocha encerrou o marcador.

FICHA TÉCNICA
ATHLETICO-PR X CARACAS

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data e hora: 26/05/2022 – 19h (de Brasília)
Árbitro: Nicolás Lamolina (ARG)
Assistentes: Christian Navarro (ARG) e Pablo González (ARG)
Cartões amarelos:
Cartões vermelhos:

GOLS: Pablo (18’/1°T) (1-0) e (21’/1°T) (2-0); Christian (45’/1°T) e (25’/2°T) (4-1); Rivero (12’/2°T) (3-1)

ATHLETICO-PR (Técnico: Luiz Felipe Scolari)

Bento; Khellven, Pedro Henrique, Nicolás Hernández e Abner Vinícius; Hugo Moura (Erick, aos 12’/2°T), Christian e Terans (Marlos, aos 20’/2ºT); Canobbio (Pedro Rocha, aos 11’/2°T), Pablo e Cuello.

CARACAS (Técnico: Francesco Stifano)

Baroja; Notaroberto, Rivero, Osio e Rivillo; Vicente Rodríguez (Molina, aos 27’/2°T), Carlos Suárez, Jean Torres, Zambrano e Bonsu Osei; Enmanuel Moreno.