Esportes

Athletico-PR fica no 0 a 0, mas garante vaga nas oitavas da Libertadores

O Athletico-PR dominou a partida nesta terça-feira e pressionou o Jorge Wilstermann, mas não conseguiu sair do 0 a 0 na Arena da Baixada, em Curitiba, pela quinta e penúltima rodada do Grupo C da Copa Libertadores. Mesmo assim, o resultado desta noite foi suficiente para garantir a classificação antecipada da equipe paranaense à fase de mata-mata.

Com o empate, o Athletico chegou aos dez pontos, três a mais do que o próprio Jorge Wilstermann, que está em segundo. Peñarol e Colo-Colo, que também se enfrentaram nesta terça-feira com vitória do Peñarol por 3 a 0, dividem a terceira colocação ambos com seis pontos. Portanto, não podem mais alcançar o Athletico na última rodada.

Em Curitiba, o primeiro tempo foi de domínio total do Athletico-PR, com 80% da posse de bola e 11 chutes a gol contra nenhum do visitante. Mesmo assim, o time brasileiro não teve nenhuma chance clara de gol. A maioria das jogadas de ataque terminou em cruzamentos precipitados para a área e lançamentos longos que não conseguiam acionar os atacantes Fabinho e Pedrinho.

Na segunda etapa, a pressão continuou, mas o Athletico seguia sem conseguir abrir o placar. Léo Cittadini, com um chute da entrada da área, e Jorginho, de cabeça, levaram perigo contra a meta boliviana, mas sem sucesso.

Em uma das raras escapadas do Jorge Wilstermann, o goleiro Santos fez boa defesa em chute de Melgar e evitou um resultado ainda pior. Mesmo assim, o time brasileiro teve de se contentar com o empate sem gols, suficiente para garantir a classificação.

Na sexta e última rodada da fase de grupos da Libertadores, o Athletico enfrenta o Peñarol, no Uruguai, enquanto o Jorge Wilstermann vai ao Chile encarar o Colo-Colo. As partidas só ocorrem na terça-feira, dia 20 de outubro. Antes disso, o Athletico segue disputando o Campeonato Brasileiro e volta a campo no próximo domingo contra o Flamengo, no Maracanã.

FICHA TÉCNICA:

ATHLETICO-PR 0 x 0 JORGE WILSTERMANN

ATHLETICO-PR – Santos; Jonathan, Pedro Henrique (Lucas Halter), Thiago Heleno e Aber Vinícius; Wellington (Bissoli), Erick, Christian e Léo Cittadini (Geuvânio); Fabinho (Jorginho) e Pedrinho (Lucho González). Técnico: Eduardo Barros.

JORGE WILSTERMANN – Giménez (Ojeda); Banegas, Zenteno e Montero; Pato Rodríguez; Justiniano, Torrico, Cháves (Orfano) e Aponte (Vaca); Serginho (Melgar) e Gilbert Álvarez (Arrascaita). Técnico: Christian Díaz.

CARTÕES AMARELOS – Wellington e Geuvânio (Athletico-PR); Giménez, Pato Rodríguez, Justiniano e Chávez (Jorge Wilstermann).

ÁRBITRO – Patrício Lostau (Argentina).

RENDA E PÚBLICO – Jogo sem torcida.

LOCAL – Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

Veja também

+ Confira 4 dicas para descobrir se o mel é falsificado

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Telefone de jornalista argentino roubado ao vivo em Buenos Aires

+ Márcia Bonde divulga vídeo e deixa fãs sem fôlego

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar