Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta segunda-feira, 3, que o presidente Jair Bolsonaro (PL) “está bem”, após sentir dores abdominais. O chefe do Palácio do Planalto está internado no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, desde a madrugada de hoje. “O presidente foi vítima de um atentado gravíssimo em 2018. Em função disso, ele tem consequências. Ele teve dores abdominais, achou-se por bem levá-lo ao hospital lá em São Paulo. Mas, até onde eu sei, o presidente está bem”, disse Queiroga a repórteres, em Brasília.

Veja também

+ Que o homofóbico vá pedir emprego a Bolsonaro e viver na Bolsolândia, longe da civilização
+ Sem saber que está ao vivo, Bolsonaro fala sobre propina e ‘preço’ de vaga no STF
+ Marisa Orth é detonada por postar vídeo em que Marília Mendonça critica Bolsonaro

No Twitter, Bolsonaro afirmou que fará exames para definir se precisará de uma nova cirurgia para tratar o quadro de suboclusão intestinal. O hospital informou nesta manhã que o mandatário está estável, em tratamento e sem previsão de alta.

De acordo com o boletim divulgado pelo Vila Nova Star, Bolsonaro será reavaliado ao longo da manhã pela equipe do médico-cirurgião Antônio Luiz Macedo, que acompanha o presidente desde setembro de 2018, quando Bolsonaro sofreu uma facada na região do abdômen durante a campanha eleitoral. Macedo está no exterior e, segundo Bolsonaro, chegará ao Brasil às 15h (de Brasília).

Mais cedo, o Palácio do Planalto havia confirmado a entrada de Bolsonaro no hospital. A Secretaria Especial de Comunicação (Secom) informou, por meio de nota, que o presidente “passa bem”.