Mundo

Ataque na França ‘semeou morte em lugar de amor’, diz Vaticano


ROMA, 29 OUT (ANSA) – O diretor da Sala de Imprensa do Vaticano, Matteo Bruni, condenou nesta quinta-feira (29) o ataque que deixou três mortos na Basílica de Notre-Dame, em Nice, na França.   

“Vivemos um momento de dor, um tempo de confusão. O terrorismo e a violência jamais podem ser aceitos”, declarou o porta-voz, acrescentando que o atentado “semeou morte em um lugar de amor e consolação”.   

Segundo Bruni, o papa Francisco foi informado da situação e está “ao lado da comunidade católica em luto”. “Ele reza pelas vítimas e seus entes queridos, para que a violência acabe, para que voltemos a nos olhar como irmãos e irmãs, não como inimigos, para que o amado povo francês possa reagir unido contra o mal”.   

Em 26 de julho de 2016, um padre de 85 anos, Jacques Hamel, já havia sido degolado por jihadistas em pleno altar de uma igreja de Saint-Étienne-du-Rouvray, no norte da França. O Vaticano abriu um processo para beatificar o sacerdote como mártir.   

(ANSA).   


+ Atleta de Jiu Jitsu morre aos 30 anos de Covid 15 dias após perder o pai pela doença
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



Veja também

+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS