Esportes

Ataque do São Paulo tem rendimento atípico contra o Grêmio e registra marca negativa; entenda

No último sábado, o Tricolor apresentou seu número mais baixo de chutes ao gol adversário desde o que futebol retornou, em julho; Fernando Diniz explica o motivo 

Ataque do São Paulo tem rendimento atípico contra o Grêmio e registra marca negativa; entenda

O sistema ofensivo do São Paulo apresentou um rendimento atípico contra o Grêmio, no último sábado. No empate sem gols com o time do Rio Grande do Sul, o Tricolor paulista finalizou oito vezes – sendo apenas uma delas em direção ao gol adversário. Estes são os piores números da equipe dirigida por Fernando Diniz desde o retorno do futebol brasileiro, em julho.

Levando em consideração os jogos do Paulistão, Campeonato Brasileiro, Copa Libertadores e Copa do Brasil disputados após o início da pandemia, o rendimento ofensivo do São Paulo diante do Grêmio foi o que mais deixou a desejar (veja os números abaixo). O Tricolor praticamente não levou perigo ao gol defendido por Vanderlei e, quando chegou, não acertou o alvo.

+ “Filho é um inferno e atrapalha”, diz Fábio Porchat sobre não querer ser pai

TABELA
>Veja como está a classificação do Campeonato Brasileiro

Na coletiva de imprensa, o técnico Fernando Diniz reconheceu o rendimento atípico de sua equipe em campo. O comandante também fez questão de ressaltar que o São Paulo fez uma viagem longa a Fortaleza, na última quarta, e praticamente não teve tempo hábil para descansar e treinar antes do duelo com o Grêmio, sábado, no Morumbi.

Soma-se a isso, o fato do Tricolor ter feito dez jogos nos últimos 30 dias – com direito a viagens para Argentina e Equador, e deslocamentos dentro do território nacional, mas também desgastantes.

+ Polícia aborda ambulância com sirene ligada e descobre 1,5 tonelada de maconha

– O jogo de hoje (sábado) foi meio atípico. Provavelmente, a gente sentiu a maratona de jogos e mais a viagem (para Fortaleza, na última quarta). Ficamos atrás três vezes naquele jogo e fomos buscar o empate. Hoje (sábado), cometemos muito erros que não nos são comuns, principalmente erros de passe. A irregularidade nessa partida a gente tem que saber mensurar e, sobretudo, contextualizar com o que aconteceu nesta semana – explicou Diniz.

Todos os jogos do São Paulo desde a retomada do futebol, e o número de finalizações do Tricolor em cada partida:

17/10 – Grêmio – 8 (1)
14/10 – Fortaleza – 22 (6)
10/10 – Palmeiras – 13 (4)
7/10 – Atlético-GO – 25 (8)
4/10 – Coritiba – 19 (5)

30/9 – River Plate – 9 (4)
26/9 – Internacional – 19 (6)
22/9 – LDU – 15 (4)
17/9 – River Plate – 11 (2)
12/9 – Santos – 12 (6)
9/9 – Red Bull Bragantino – 14 (5)
6/9 – Fluminense – 15 (3)
3/9 – Atlético-MG – 13 (4)

30/8 – Corinthians – 14 (5)
26/8 – Athletico-PR – 15 (5)
23/8 – Sport – 11 (4)
20/8 – Bahia – 25 (5)
16/8 – Vasco – 11 (5)
13/8 – Fortaleza – 13 (3)

29/7 – Mirassol – 23 (8)
26/7 – Guarani – 18 (8)
23/7 – Red Bull Bragantino – 19 (7)

*os dados são do aplicativo SofaScore
**entre parênteses, o número de finalizações em direção ao gol

Veja também

+ A incrível história do judeu que trabalhou para os nazistas na Grécia
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela
+ Novo Código de Trânsito é aprovado; veja o que mudou
+Jovem é atropelado 2 vezes ao tentar separar briga de casal em Londrina; veja o vídeo
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel
+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês
+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Educar é mais importante do que colecionar
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea