Brasil

‘Assunto resolvido’, diz presidente do Senado, sobre voto impresso


O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou que considera definitiva a decisão de terça-feira, 10, da Câmara sobre o voto impresso e descartou a necessidade de o Senado se pronunciar sobre o assunto. Em entrevista na tarde desta quarta-feira, 11, Pacheco disse renovar a confiança no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e na Justiça Eleitoral brasileira.

“Considero que o pronunciamento da Câmara em relação a esse tema torna definitiva e resolvida essa questão, não cabendo ao Senado qualquer tipo de deliberação ou de tramitação de matéria com o mesmo objeto. Quero reiterar minha confiança na Justiça Eleitoral brasileira”, disse Pacheco. “Já há a decisão da Câmara dos Deputados e este assunto está resolvido”, ratificou.

Ontem, a proposta de emenda à Constituição (PEC) sobre o voto impresso nas próximas eleições foi derrotada na Câmara: por se tratar de uma PEC, eram necessários 308 votos para aprovação em primeiro turno, mas recebeu apenas 229 votos e foi arquivada.

O presidente Jair Bolsonaro, defensor da proposta de voto impresso, havia firmado acordo com o presidente da Câmara, Arthur Lira (Progressistas-AL), no qual se comprometeu a aceitar o resultado da votação no plenário.

Saiba mais
+ Mãe de Medina compara Yasmin Brunet a ‘atriz pornô’ e colunista divulga conversa
+ Chamada de atriz pornô, Yasmin Brunet irá processar mãe de Gabriel Medina
+ Mulher divide marido com mãe e irmã mais nova: ‘Quando não estou no clima’
+ Em pose sexy, Cleo Pires afirma: "Amando essa minha bunda grande"
+ Médicos encontram pedaço de cimento em coração de paciente durante cirurgia
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio