Tecnologia & Meio ambiente

Assessor de Trump propõe ‘ação forte’ contra TikTok

Assessor de Trump propõe ‘ação forte’ contra TikTok

O popular aplicativo TikTok anunciou a suspensão das atividades em Hong Kong - AFP/Arquivos

O assessor comercial da Casa Branca disse neste domingo (12) esperar que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tome medidas firmes contra os aplicativos chineses TikTok e WeChat, em meio a tensões entre Washington e Pequim.

Peter Navarro disse à Fox News esperar uma “ação forte” do presidente contra os dois aplicativos que, segundo ele, enviam todos os dados “a servidores na China, diretamente aos militares chineses, ao Partido Comunista Chinês e às agências (oficiais), que querem roubar nossa propriedade intelectual”.

O TikTok, que pertence ao grupo chinês ByteDance, tem quase um bilhão de usuários em todo o mundo. Já o WeChat é o aplicativo de mensagens líder na China, com mais de um bilhão de usuários.

Trump disse na terça-feira que estava estudando a possibilidade de proibir o TikTok nos Estados Unidos.

Na sexta-feira, a gigante americana de distribuição online Amazon enviou uma nota a seus funcionários, pedindo-lhes que apagassem o TikTok de seus telefones celulares.

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Horas depois, o grupo explicou que esta mensagem havia sido transmitida por engano.

“Anuciaram e recuaram, o que demonstra o poder do Partido Comunista Chinês sobre as empresas americanas e este é o problema”, afirmou Navarro.

O banco americano Wells Fargo também pediu a seus funcionários que instalaram o aplicativo em seus celulares de trabalho que o apaguem.

O Partido Democrata pediu o mesmo a seus funcionários que trabalham para a campanha presidencial.

O TikTok tem tido que se defender com frequência de supostos vínculos com a China, onde sua sede tem um aplicativo similar com outro nome.

O grupo sempre negou compartilhar dados com as autoridades chinesas.

Veja também

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Jack Daniel’s com maçã começa a ser vendido no Brasil

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Gésio Amadeu, o Chefe Chico de Chiquititas, morre após contrair Covid-19

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?