Esportes

Assembleia Legislativa de SP volta atrás e cancela homenagem a Maurício Souza

Crédito: Reprodução/Instagram

Maurício Souza defendeu o Minas Tênis Clube até o ano passado (Crédito: Reprodução/Instagram)

O jogador de vôlei Maurício Souza seria homenageado pela Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP) na próxima segunda-feira (9), mas o evento foi cancelado. As informações são do jornalista Demétrio Vecchioli, do UOL.

De acordo com a publicação, apesar do debate se o atleta merecia a homenagem após declarações homofóbicas nas redes sociais, a cerimônia foi barrada por Maurício ser candidato a deputado federal em Minas Gerais pelo PL.


A decisão foi a mesma que impediu a tentativa de homenagear o ex-ministro Tarcício Freitas, que é pré-candidato ao governo paulista. A ALESP barrou o ato por conflitos com a legislação eleitoral.

Maurício Souza seria homenagem após indicação da deputada Letícia Aguiar (PP), que destacou a coragem do atleta ao se posicionar contra um beijo gay entre dois personagens de uma história em quadrinhos. Por conta disso, ele receberia o Colar de Honra ao Mérito Legislativo.

Na ocasião, após a polêmica, Maurício teve o contrato rescindido pelo Minas Tênis Clube e decidiu, de maneira oficial, entrar na carreira política. Com isso, filiou-se ao PL, mesmo partido do presidente da República.