Geral

Assassinado com 40 tiros, irmão de bicheiro Maninho exibia fotos de caça nas redes sociais

Crédito: Reprodução

Morto nesta terça-feira (25), Alcebíades Paes Garcia, conhecido como Bid, um dos maiores bicheiros do Rio de Janeiro, exibia em rede social foto das viagens que fazia por diferentes países do mundo. A caça era uma das suas atividade favoritas. As informações são do G1.

De acordo com a reportagem, o contraventor quase não vinha ao Rio de Janeiro e fazia diversas viagens a Manaus. Além de fotos de paisagens turísticas, Bid postava imagens de animais abatidos durante caças.

Ele foi baleado na manhã de terça-feira (25) a caminho do condomínio onde mora sua mulher. O contraventor havia saído da Marques de Sapucaí, onde assistiu aos desfiles das escolas cariocas. Segundo o G1, mais de 40 tiros foram disparados na direção da van em que ele estava, na Zona Oeste da capital fluminense.

De acordo com o delegado Antônio Ricardo, diretor do Departamento Geral de Homicídios e Proteção à Pessoa (DGHPP), parentes do contraventor e o motorista da van foram ouvidos na manhã desta terça-feira na Delegacia de Homicídios, na Barra da Tijuca. Ele adiantou que, segundo as testemunhas, pelo menos dois homens com toucas ninja esperavam a chegada de Bid em um carro preto.

Para a polícia, o caso trata-se de uma execução, já que apenas Bid foi baleado. Os tiros atingiram a cabeça e o tórax do homem.

Em nota, a Polícia Civil informou que a delegacia de homicídios está em busca de imagens de câmeras de segurança que possam ajudar na identificação dos autores do crime, além de outras medidas para esclarecer o caso.