Economia

Ásia: bolsas fecham em alta, com sinais de avanço na situação da covid em Xangai

As bolsas asiáticas fecharam em alta nesta terça-feira, 17, à medida que sinais de avanços na situação da covid-19 em Xangai se sobrepuseram a temores com a desaceleração da economia chinesa.

Na China continental, o índice Xangai Composto subiu 0,65%, a 3.093,70 pontos, enquanto o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,73%, a 1.940,05 pontos. Ações de montadoras lideraram os ganhos, em meio à avaliação de que o setor começa a se recuperar de problemas de oferta causados pela pandemia.


Em Xangai, o comércio segue reabrindo gradualmente, uma vez que o número de novos casos de infecção por covid-19 na maior cidade chinesa vem caindo de forma constante há mais de duas semanas. O progresso no combate à doença abafou preocupações com os números de indústria e consumo da China referentes a abril, que vieram bem abaixo das expectativas. Autoridades chinesas também apontaram indícios de que a atividade na segunda maior economia do mundo voltou a ganhar força neste mês.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng saltou 3,27% em Hong Kong hoje, a 20.602,52 pontos, o japonês Nikkei se valorizou 0,42% em Tóquio, a 26.659,75 pontos, o sul-coreano Kospi avançou 0,92% em Seul, a 2.620,44 pontos, e o Taiex subiu 0,98% em Taiwan, a 16.056,09 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana seguiu o tom positivo dos mercados asiáticos, com ganho de 0,27% do S&P/ASX 200 em Sydney, a 7.112,50 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires e Associated Press.