Gente

As facetas de uma estrela

Crédito: Valerie Macon

Lady Gaga já provou seu talento como cantora em diversas ocasiões, inclusive ao lado do lendário Tony Bennett. Agora, ela tem chamado a atenção por sua atuação. Ela protagoniza a quarta versão de “Nasce uma Estrela”, assumindo um papel que já foi de Janet Gaynor (1906-1984), Judy Garland (1922-1969) e Barbra Streisand. Nessa nova montagem, ela contracena com Bradley Cooper, que também dirige o longa. Depois de receber elogios em Veneza, foi uma das maiores sensações do Festival de Toronto, com críticos em prantos e fãs enlouquecidos atrás de Gaga. Ela já é considerada uma das apostas mais fortes da temporada de premiações. “Nasce uma estrela” chega aos cinemas brasileiros no dia 4 de outubro.

Só para íntimos

O jornalista William Bonner e a fisioterapeuta Natasha Dantas, namorados desde novembro de 2017, se casaram em uma cerimônia pequena para familiares e amigos próximos. As poucas fotos que foram divulgadas da festa viraram motivo de brincadeira: o terno escolhido por Bonner parece muito com os usados no Jornal Nacional. “Não tira o uniforme nem para casar”, escreveram nas redes sociais.

Queda do panteão do MMA

Divulgação

Considerado o maior lutador do UFC da história, Anderson Silva perdeu lutas, foi pego no doping e ficou suspenso. O atleta se prepara para retornar ao octógono, mas a queda afetou sua fortuna. Ele colocou à venda sua mansão na Califórnia, avaliada em
R$ 20 milhões.

A voz da “sofrência pop”

Divulgação

Com seu primeiro disco, “Lobos”, o cantor Jão se tornou uma das vozes mais elogiadas da música pop. Foi o artista revelação no prêmio MTV MIAW 2018 por conta de hits como “Imaturo”, e sua canção “Vou Morrer Sozinho” aparece entre as 50 mais do Spotify. Em entrevista, ele fala sobre o início da carreira e como escrever o ajuda a lidar com questões pessoais.

Você começou a sua carreira fazendo covers na internet. Por que optou por essa plataforma?
Cada um tem que começar de alguma forma. Eu tentei cantar em alguns lugares, mas fiquei frustrado. Eu acompanhava a Dua Lipa, que também cantava no YouTube, e vi o quão democrática era a internet.

Como você define seu estilo musical?
Sofrência pop (risos). Eu queria fazer um pop brasileiro com elementos da música do Nordeste, do Sul, do Centro-Oeste.

Você estourou de uma hora para a outra. Estava preparado para o sucesso?
Não. Eu me preparo desde criança, esperando uma hora acontecer. Mas, na verdade, a gente nunca está preparado.

Suas músicas são baseadas em experiências pessoais?
Nunca fui muito bom em colocar meus sentimentos para fora. Me expresso melhor com a música. Escrever esse disco foi um divã para mim, porque algumas coisas eu não queria escrever, mas senti que precisava escrever mesmo assim.

Boicote

Amy Harris

Há tempos, artistas como Roger Waters, ex-Pink Floyd, e ativistas pedem um boicote a Israel por conta do tratamento dado aos palestinos. A cantora Lana del Rey resolveu cancelar sua participação em um festival no país, entrando para a crescente lista de nomes que abandonaram seus planos de tocar por lá. Entre as celebridades que cancelaram shows e apresentações estão Shakira, a cantora Lorde, a atriz Natalie Portman e o cineasta Ken Loach.

Tratamento desigual

Divulgação

Pouco depois da polêmica sobre a escolha de sua roupa em Roland Garros, a tenista Serena Wiliams protagonizou outra injustiça no esporte. No confronto contra a japonesa Naomi Osaka, ela sofreu três penalidades: por ter recebido dicas de seu técnico, algo proibido, por quebrar uma raquete e por reclamar com o juiz, chamado-o de ladrão. Serena disse que esse tipo de penalidade não é aplicado aos homens. Billie Jean King, uma das maiores tenistas da história, saiu em sua defesa: “Obrigado por mostrar essa diferença de tratamento. Mais vozes deveriam fazer o mesmo”, escreveu.

Aposentadoria merecida

Amanda Perobelli

Aos 96 anos, Bibi Ferreira é um dos maiores nomes da história da nosso teatro. Sem grande alarde, com um comunicado em suas redes sociais, ela anunciou que vai se aposentar dos palcos. Não vai mais cantar nem atuar como forma de preservar a saúde após três internações. Mas não sai totalmente de cena: ela continuará a lançar discos, como um registro dedicado ao repertório de Frank Sinatra.

Assessora fotográfica

Divulgação

Autora do livro “Selfish” (“egoísta”, em inglês), coletânea de selfies, a socialite Kim Kardashian recebeu um ultimato de seu médico: deveria parar de tirar fotos suas por conta da posição em que mantinha o braço. Mas o vício falou mais alto. Para não perder cliques, recrutou uma pessoa da sua equipe para o posto de assistente de selfie.