As alas da escola de samba da Presidência pecam no quesito harmonia

Crédito: Mateus Bonomi / AGIF

(Crédito: Mateus Bonomi / AGIF)

Fernando Azevedo e Silva (Defesa) incomoda-se quando dizem que há uma ala militar no governo. “Ala que conheço é de escola de samba.”

Para ele, as Forças Armadas estão dissociadas dos generais da reserva no governo. Afirma ser o único general da ativa na política: “Dos quartéis para fora, mando eu. Para dentro, são os comandantes militares”.

O ministro da Defesa, porém, também está preocupado com o que acontece dentro dos muros das Forças Armadas: a queixa é de pouco dinheiro para tocar os projetos militares.

Ele apresentou uma proposta orçamentária ao Congresso pedindo 2% do PIB, que foi de R$ 7,3 trilhões em 2019. Em 2018, o orçamento das Forças Armadas foi de 1,5% do PIB.

Veja também

+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Honda apresenta a Rebel CMX1100 para bater de frente com a Harley-Davidson
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.