ROMA, 21 JUN (ANSA) – A Armênia anunciou nesta sexta-feira (21) a decisão de reconhecer o Estado da Palestina. Segundo a agência russa Tass, a informação foi divulgada pelo Ministério das Relações Exteriores.   

Com isso, a chancelaria de Israel convocou o embaixador armênio “para uma repreensão severa”.   

“Este reconhecimento contribui positivamente para preservar a solução de dois Estados, que enfrenta desafios sistemáticos e promove segurança, paz e estabilidade para todas as partes envolvidas”, disse o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas.   

“Uma decisão corajosa e importante”, acrescentou.   

Em maio, Espanha, Irlanda e Noruega tomaram a mesma decisão.   

Também nesta sexta-feira, a cidade de Pavia amanheceu com uma bandeira palestina na fachada principal do Duomo de Pavia, uma das catedrais mais altas da Itália.   

O pároco da catedral, don Gian Pietro Maggi, foi informado e a polícia interveio no local. Pouco depois, um grupo de trabalhadores especializados em trabalhos em altura removeu a bandeira.   

O caso ocorreu após outro semelhante, em que uma bandeia palestina foi colocada no Duomo de Milão, no último dia 5 de junho. (ANSA).