Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Por Jane Lanhee Lee e Stephen Nellis

(Reuters) – A Arm, do SoftBank, revelou nesta terça-feira um conjunto de novas tecnologias de chips destinadas a melhorar a os jogos em smartphones ao mesmo tempo em que preservam a vida útil da bateria.

Os produtos são designs para unidades de processamento gráfico, ou GPUs, usadas com mais frequência para processamento de vídeo em jogos.

A Arm, empresa britânica de tecnologia de chips, ganha dinheiro licenciando projetos para empresas do setor como a MediaTek, que, por sua vez, usa-os para projetar chips para smartphones Android.

A Arm também atualizou nesta terça-feira os planos para suas CPUs, ou unidades de processamento central, os principais cérebros de um computador. Em ambos os casos, a Arm tem como objetivo melhorar o desempenho dos chips usando menos eletricidade.

O mais recente esforço para melhorar os chips móveis ocorre à medida que clientes da Arm como Apple e Qualcomm reduzem a dependência da empresa britânica.

Embora a Apple e a Qualcomm ainda paguem à Arm algumas taxas de licenciamento para garantir que seus chips funcionem em softwares escritos para chips da companhia, agora elas projetam muitas partes mais críticas dos chips em vez de usar designs feitos pela Arm.

“Nosso mais recente conjunto de soluções de computação para dispositivos de consumo continuará a aumentar o limite do que é possível no mercado móvel”, disse o executivo da Arm, Paul Williamson, em um blog.

“Para os desenvolvedores, tornar essas experiências imersivas em 3D em tempo real ainda mais atraentes e envolventes exige mais desempenho.”

(Por Jane Lanhee Lee e Stephen Nellis)